Site Meter Três e eu: 01/12/11 - 01/01/12

1 de dezembro de 2011

As últimas

*Ao descobrir que pra ganhar presente de Natal precisaria merecer, sendo bom filho e bom aluno, Thierry pergunta se alguma vez nós ficamos sem presente. "Não, filho. Seu pai sempre foi bom filho, e eu, boa aluna." (30/11/11)

*Um pão, um hamburguer, um ovo, um copo de Coca, uma fatia de bolo. Não é o meu lanche. É o do Fabrício. O.O (26/11/11)

*Deitado na minha cama vendo o filme, Thierry me abraça forte e diz: "ah... eu quero te abraçar até o mundo acabar!..." Eu também, filho. Eu também. *-* ♥ (25/11/11)

*E, na hora de dormir, em vez dos 10 minutos de desenho, o menino maior resolve ler um livro pro irmão. Preciso dizer que achei lindo? (24/11/11)

*Deus, por favor me diga: pra onde vai a comida de um ser de 1m de altura, que janta na escola, janta em casa, repete e ainda pede leite pra dormir??? ET's, devolvam meu bebê que foi abduzido!!!! (22/11/11)

*Eu simplesmente AMO quando eles vêm me pedir "pãozinho igual do vô Décio" (picadinho). São milhares de sentimentos ao mesmo tempo, bons e ruins. Um deles é a tristeza por eles não terem tido a chance de comer o pãozinho preparado diretamente por ele. Mas o principal é a alegria de parecerem estar tão próximos do avô, mesmo sem tê-lo conhecido. ♥ Saudade... (20/11/11)

*Fabrício indignado com o irmão torcendo pro Corinthians perder. Quando ele souber quanta gente faz isso, vai ter um troço!... (20/11/11)

*Uma das coisas que mais amo ouvir do meu caçula é "mãe, posso te ajudar?". Na maioria das vezes mais atrapalha que ajuda, mas faz com tanta boa vontade e feliz que nem ligo!!! (20/11/11)

*Tem como brigar com uma criança que, a cada vez que eu chamo, me chama de "linda"??? *-* ♥ (19/11/11)

*Depois a gente fala que os genes foram mal divididos e ninguém acredita. Enquanto Thierry pede pra repetir o rock italiano do meu celular, lê a letra e tenta acompanhar, Fabrício diz que "não aguenta mais aquela música". Coloco o samba do celular do pai e o menino só falta soltar o cinto de segurança pra sair sambando e fazendo batucada... (13/11/11)

*Não podia ser melhor: depois de 4 anos ouvindo apenas Adriana Partimpim, Cocoricó e Backyardigans nas viagens, agora posso ouvir meu cantor italiano preferido, Max Pezzali, e ainda ver Thierry me pedindo pra voltar, porque gostou da música. Delícia!!! (13/11/11)

*Fabrício não consegue dormir e dou um colinho na minha cama. Enquanto rola e ENROLA, me diz:
-Mãe, vc é linda! (ounnnn)
-Obrigada, filho! Mas e o papai???
-Tá aqui do lado, ué?!  (10/11/11)

*Meia hora depois de receber como castigo ficar sem ver TV hoje, Thierry vem me perguntar: "não posso ver nem Discovery Kids, que eu não gosto???" Boba sou eu, bebê! (8/11/11)

*Um metro e trinta e nove pra cá, um metro e um pra lá... Entre mortos e feridos, acho que tô criando um monstrinho. (07/11/11)

*E aí eu começo a gritar no quarto que "o papai tá me batendo", com o choro mais fingido do mundo. Os dois vêm correndo, morrendo de rir, dizendo que é mentira. Enquanto penso "ufa! Graças a Deus que eles nem cogitam que seja verdade", ouço risadas de um pequeno: "vai, pai! bate!" Não sei se choro com a "maldade" da criança ou se fico feliz por saberem que o pai me bater, só de brincadeira. (claro, ele é menor que eu, kkkkkkkk) (04/11/11)

*Eu sei que meus filhos são inteligentes (coruja, eu???). Mas dá até "raiva" ensinar matemática pra um menino que te dá a resposta antes mesmo de vc terminar a explicação. ¬¬ (29/10/11)

Bloggerbook.com

Acho que todo mundo gosta de receber elogios, né? Eu não sou diferente, claro! Sempre fico feliz com os comentários DAZAMIGA aqui, e ontem fiquei bem feliz com os comentários de duas primas (uma minha, uma do marido) após mais uma bobagem que escrevi no Facebook. Uma delas sugeriu que eu escrevesse um livro, mas lógico que não chega a tanto. Mas aí eu me dei conta de uma coisa. Todo mundo sabe que eu tenho blog há muito tempo - esse mês fará 9 anos (!!!) -  e que eu parei e voltei várias vezes, a maioria delas por preguiça ou falta de tempo. Por esse mesmo motivo, faz um tempão que eu não escrevo aqui, mas nunca parei de postar as bobagens no Facebook. Só que tudo isso vai se perder num espaço muito pequeno de tempo. Então eu resolvi que, sempre que eu puder, vou colar as mesmas besteiras aqui para que os meninos possam ler e, quem sabe, rir deles mesmos um dia. Então, por favor, não me matem se vocês acabarem lendo duas vezes a mesma história. É pelo bem das minhas criancinhas!!! :D