Site Meter Três e eu: 01/09/11 - 01/10/11

26 de setembro de 2011

Dois meninos

Fabrício está há 1 mês fazendo fono. Embora seja uma matraca, ele não fala direito os sons do S, do Z e do R (em "porta"). É um trabalho bem mais difícil e cansativo do que eu imaginava, com exercícios que têm que ser repetidos 3x ao dia (no nosso caso, são 3x seguidas). Ele já dá sinais de cansaço, porque é realmente meio chato mas, em meio a gracinhas, palhaçadas, reclamações e broncas, faz tudo direitinho. Uma hora é a perna que dói, outra é a orelha que coça. Tenho que pegar no pé e insistir, dizendo que se ele se esforçar, logo vai falar direitinho e não vai precisar mais dos exercícios. Mas ainda não vi mudanças de fato...

Thierry começou a dar pequenos sinais que está se tornando um pré-adolescente. Certo dia percebi um chulé horrível no banheiro e não deu outra: vinha do tênis dele. Alguns dias depois, sentou ao meu lado com o cabelo ainda molhado e o cheiro também não estava lá muito agradável. Conversei com ele, que me mostrou quanto shampoo usava e era esse o problema. Duas gotinhas não fazem efeito nenhum naquela cabeleira toda! Percebi que ele agora ele está se preocupando mais com essas coisas, como querer passar desodorante antes de sair de casa (agora também tem um só pra ele), pentear o cabelo com gel, etc... Também ganhou um óculos novo, mais moderno, bonito e com clipe de lente escura. Merecido, já que cuidou bem do anterior. Está todo empolgado porque começou a frequentar o "clubinho de espanhol" na escola - gosta de aprender línguas, que nem a mamãe! :) Está menos respondão e mais paciente, embora não admita ser contrariado quando acredita ter razão. Compreende com prefeição assuntos mais "pesados", como inclusão social ou bullying - embora eu ainda busque as maneiras mais sutis de falar sobre eles. Mas percebo que ainda é um bebezão que vira-e-mexe pede colo (literalmente), estabanado, que tem suas bobeirites, que precisa de atenção, que até é responsável, mas precisa ser lembrado das obrigações. Sei que logo algumas atitudes vão começar a mudar. Eu só preciso assimilar as mudanças que estão por vir...

Segunda, ainda.

É claro que não consegui sequer sentar pra escrever alguma coisa no findissemana. Sábado corrido, com reunião na escola do Thierry pela manhã (diz se não é pra eu ficar com cara de boba com um boletim só com "plenamente satisfatórios" e uma professora me dizendo que estaria feliz se tivesse "30 Thierrys" na sala dela?...) e a tarde rodando o shopping atrás de uma chuteira (tem que ser chuteira, não pode ser tênis!!!) pro Fabrício ir pra escola. Porque pode não parecer, mas aquele pé cresce!!! E o pobrezinho resolveu perder até as chuteiras novas. Sexta e sábado eles dormiram na avó e só voltaram ontem à tarde (peguei pra ir comprar os tênis e devolvi em seguida), o que me permitiu fazer a faxina, já que ainda tinha vestígios de festa espalhados pela sala. Ou seja: eu já tô cansada e ainda é segunda. Demora muito pra chegar sexta???

23 de setembro de 2011

Oi? Tem alguém?

Nossa, quase um mês sem escrever! Mas o engraçado é que, mesmo com tanta correria, eu não tenho muita coisa nova pra escrever... Daí que eu pensei em fazer um resumão bem resumido do mês. Tá, as palavras "eu" (sendo o sujeito do eu, eu) e "resumo" não cabem na mesma frase. Mas "tentar" cabe... Eu tentei, mas só deu tempo de falar da festa. No final de semana acho que dá pra escrever sobre outras coisas... Lá vai:

**************************************


A correria pra festa do Thierry valeu 100% a pena quando eu vi a carinha dele olhando pro bolo pronto, que foi feito como ele queria (recheio e decoração). Admito, tenho muito a aprender em confeitagem, mas deu pra quebrar o galho e o bolo foi bastante elogiado! E, depois de alguns aniversários fazendo bolos frustrantes, esse tava bem comível. A festa saiu exatamente como eu pretendia: cheia de pessoas queridas, sem muito atraso, com a decoração do jeito que eu queria - até melhor, porque na última resolvi fazer bandejas de MDF que amei e porque aboli a saia da mesa, que fica caindo durante a festa e acaba com meu humor! Ficou "clean" como eu queria e utilizar um tema não-comercializado, que foi o Kick Buttowski, deu super certo. Confesso: dei uma photoshopada básica (com meu Photoshop de pobre) na parede do salão que, acredite, estava muito pior que isso.


"É hora do show!" é a frase preferida do Kick!

Ponto alto da noite: pela primeira vez em 8 anos, ganhei o primeiro pedaço de bolo. Não dava pra ficar mais feliz! Aproveito para fazer um agradecimento público pra minha mãe, que ficou mais tempo na estrada do que na festa, e sequer curtiu os netos porque estava correndo com a comida pra mim - um vatapá TUDIBOM e super elogiado -, auxiliada pelo "meu outro pai" (segundo os meninos) que fez um creme/patê de alho que todo mundo amou e eu não consegui fazer igual. E, no fim, nem puderam comer em paz, porque eu precisava cantar parabéns pra acabar a festa antes das 22h, e também não tomaram nem um cafezinho antes de ir embora, porque eu sou uma tosca antissocial que nunca recebe visita, então nunca lembra de fazer café quando recebe. Se não fossem eles, o pessoal teria jantado lá pelas 3h da manhã. Obrigada de todo o meu coração!!! ♥

E aí, como eu sou uma pobre assalariada, meu horário de almoço acabou. Então tá então. Findissemana eu volto. Ou mês que vem. Ou Feliz Natal pra você.